EMAGRECER E NÃO MUDAR DE VIDA.

 

 

O que você tem feito com todo o conhecimento sobre emagrecimento que tem adquirido nesses últimos meses?
Conseguiu emagrecer alguma coisa? Incorporou alguma atividade física, ou alimentar? Conseguiu mudar a sua vida pra melhor?

Acredito que sim, mas foram muito poucas pessoas, tenho uma estimativa que entre 5 e 10%  colocam em prática alguma coisa que aprenderam aqui , ali, ou acolá, em outros lugares, e somente 3% as incorporam esse aprendizado em suas vidas.

Esse é percentual é padrão nos grupos de emagrecimento.
Mas todos não desejam emagrecer? Por que tão pouca gente tem resultados?

Porque as pessoas não estão preparadas para mudanças, não gostam de tomar atitudes, tomar decisões não sabem ou querem mudar de vida, querem se manter do jeito que estão e simplesmente emagrecer.

É claro que não vai rolar, o que a fez engordar é esse tipo de comportamento acomodado, sem metas, sem ambições pessoais, emocionais, profissionais, sem perspectivas de vida, de mentalidade morna, é a própria vida que está levando.

Isso explica a existência de tantas “pílulas douradas” que existem no mercado como, chás, shakes emagrecedores, injeções que dissolvem a gordura, inibidores de apetites, livros, vídeos e e-books que ensinam como emagrecer comendo de tudo.

Todo esses artifícios enganosos ou temporários, vão de encontro daqueles que querem emagrecer sem mudar a vida, sem mexer nas estruturas emocionais ou do cotidiano, como obter a comida embalada pronta que só precise esquentar, de não incorporar atividades físicas, alegando desinteresse, cansaço do trabalho ou falta de tempo, e as mudanças que desejam fazer, estão limitadas ao usar o controle remoto da TV.

São pessoas que chamamos de Mente Gorda, isto é, mentalidade que irá levar a ganhar peso progressivamente, buscando soluções fora do seu interior, fora do seu íntimo.

Juntam-se as estas, pessoas que sonham em fazer bariátrica e emagrecer de vez transferindo para a cirurgia as mudanças que precisa fazer.
Falo das pessoas que não necessitam fazer bariátrica por problemas médicos, e acham que mutilar o estômago sadio resolverá o problema que está na sua falta de visão, na falta de perspectivas de emagrecer.
Terão problemas terríveis para o resto da vida e o obrigados tomar remédios e suplementos para o resto da vida  e a vivendo próximo da linha da desnutrição.

Participo de alguns grupos de bariátricos, fico horrorizado com os depoimentos dos sofrimentos constantes e contínuos narrados  por lá, muito diferente do Instagram onde estão sempre bem e felizes mostrando fotos com resultados admiráveis antes/depois, e que “somem” de lá quando voltam a engordar.

A pessoa obesa, ou candidatas a obesidade, as “Mentes Gordas” possuem um “diálogo interno” ruim, quase inexistente, deixando se levar pelos pensamentos negativos, desanimadores ou compulsivos, e para todas as sugestões que oferecemos, levantam muros, lamentações e objeções intransponíveis, num ciclo viciosos sem solução.

E o que fazer? Deixar pra lá? Ou acreditar em um milagre?

Em primeiro lugar é preciso que a pessoa se identifique com o que narrei acima, e reconheça que faz muito pouco para emagrecer por conta da mentalidade de pessoa gorda que possui, aceitar fazer as transformações  Mente Gorda para  Mente de Gente Magra, praticando que for ensinado , fazendo tarefas programadas até que sinta seguro e que elas  se convertam em hábitos regulares.
Será dessa forma que irá conseguir emagrecer, melhorar  muito a auto estima, a vida amorosa, sexual, profissional, familiar, a qualidade de vida como um todo  e não voltar a engordar.

Dúvidas, sugestões, ou se quiser participar do meu grupo no Whatsapp,
me passe um zap para +5521999147426, dizendo “quero participar do grupo.”

Até a próxima.

GilFranco – Tonopeso.

Um comentário em “EMAGRECER E NÃO MUDAR DE VIDA.

Os comentários estão encerrados.