Olá, Pessoal.
Espero que tenham se divertido ou descansado no Carnaval.
Esse ano, não quis saber de folia, aproveitei para arrumar a casa,  fazer as reformas que estava procrastinando.
E por falar em procrastinar, você procrastina?
Deixa para amanhã o que pode fazer hoje?

A maioria dos brasileiros sim.

E o que tem isso a ver com a obesidade?
Tem tudo a ver..

Vou me ater ao tema obesidade para falar sobre procrastinação, no youtube há vários vídeos falando sobre os malefícios de procrastinar.

Quem está acima do peso tende a procrastinar na hora de controlar a alimentação, na hora de fazer atividades físicas, na hora de mudar os hábitos que engordam, sabe que o colesterol está alto, que está, ou caminha para a Diabetes 2, que as articulações, coluna e pés doem ou formigam e que subir uma escada é um transtorno e mesmo assim, procrastinam a iniciar um processo de emagrecimento pra valer com todas as suas forças, para sair desse ciclo vicioso.

Procrastinamos  com as coisas que nos incomodam, que nos dão algum desconforto, aborrecimento, irritação, medo ou desprazer.

Procrastinamos em ir ao médico por saber que os nossos exames  os  índices ligados a obesidade estão lá em cima. Procrastinamos para não sofrer com as explicações que o médico nos dará sobre os males da obesidade. ” Segundo a Org Mundial de Saúde, a obesidade é uma doença crônica e deve ser controlada.

Procrastinamos em ir ao nutricionista porque sabemos que seremos investigados, questionados sobre a nossa alimentação que está inadequada para o nosso estilo de vida.

Sofremos as consequência no corpo de uma alimentação inadequada, mas deixamos rolar (procrastinar.)

Procrastinamos em fazer atividades físicas ou recreativas porque sabemos que estaremos em situação inferior aos que já praticam a mais tempo, esportes ou atividades físicas nas academias.

Sofremos, nos envergonhamos do nosso corpo e não fazemos nada ou quase nada para mudar (procrastinamos de novo.)

Por que? Porque estamos focados no imediato, no caso o sofrimento, e não no prazer futuro em ter um corpo mago. Só  agimos quando estamos muito incomodados.

Falei em outros podcast ( Whatsapp +5521999147426) que a mente humana não trabalha bem na pressão e no sofrimento, que funciona melhor quando há algum tipo de benefício ou recompensa.

Temos que mudar o foco De:  “Se for ao médico e ele vai me assustar mostrando que meu exame de sangue está péssimo, que estou pré-diabética e estou ganhando peso (sofrimento.)
Para: Indo ao médico ele me mostrará que o exame de sangue está ruim, e o que é preciso fazer para evitar  doenças, ficar acamada, impossibilitada, decadente (sofrimento.)
Se ficar  saudável  em breve tempo, receberei parabéns, felicitações por estar com o exame de sangue OK (recompensa).

De: “Não vou para academia porque todo mundo fica me olhando, fico ofegante, cansada, não sinto prazer em nada, me sinto ridícula com aquelas roupas (sofrimento.)

Para: “Indo para academia irei acelerar o meu emagrecimento, o meu fôlego e bem estar irão melhorar, vou observar o que o pessoal faz de exercício, pedir ajuda ao professor, e em 3 meses (olha as metas, que sempre falo) estarei vestindo roupas mais atraentes, (recompensa) mais magra, podendo fazer atividades que antes eram proibidas pra mim, recebendo elogios dos colegas de malhação (recompensa.)

A obesidade tem que deixar de ser vista como um problema e ser vista como  um desafio.

Problemas a gente procrastina, desafios a gente aceita e supera.

Vamos aproveitar que o ano começa depois do Carnaval e fazer uma programação focada nas recompensas para emagrecer.

Quem não está fazendo nada para emagrecer tem uma segunda chance, afinal o ano começou agora.
Compartilhe o audio, convide amigos para participar do grupo.

Dúvidas ou sugestões?

Podem me enviar…
Whatsapp:+5521999147426
Gil Franco,
Coach de Emagrecimento.