NÓS TEMOS UM “GORDINHO INTERNO.


 

Todos nós temos um “gordinho” ou uma “gordinha internos” que estão à espreita para nos fazer comer compulsivamente.

Gosto de usar essa metáfora para não chama-los de  Pensamentos Límbicos/Reptilianos que estão estruturados na parte mais profunda e primitiva do nosso cérebro.

É a forma de pensar mais primitiva que existe e estão ligados aos nossos instintos, as nossas emoções e a  sobrevivência como seres humanos.
O nosso lado primitivo nos induz a comer muito, tudo que pudermos para termos reservas calóricas suficientes para sobrevivermos por vários dias sem comer, e evitar fazer esforços físicos, gastar energias que deverão ser repostas com mais comida.
Quando Sistema Límbico/Reptiliano foram criados a comida era escassa, muito rara e o risco de morte era alto, sair de um local seguro era muito perigoso, um desafio de sobrevivência ir buscar comida.

Comer para armazenar calorias é vital, é uma questão de sobrevivência que está inserido no nosso dna, no nosso inconsciente.  A comida era rara, muito diferente de hoje onde ela nos cerca nos acompanha, nos circunda, nos persegue. A qualquer lugar que sigamos tem um monte de comida ao redor, industrializadas, calóricas, cheias de gorduras trans, açucares e farinhas refinados, cheias de produtos químicos que nos farão inchar engordar, adoecers.

Para contrapor ao nosso “gordinho interno,” dispomos da parte mais recente, a mais moderna do nosso cérebro chamado New Cortex que é responsável pela nossa inteligência, razão, lógica,  tomadas de decisões racionais.

É com ela através do conhecimento e aprendizado que podemos controlar o nosso”gordinho interno” dando limites, colocando-o no seu devido lugar.

Quando estiver diante de uma mesa abarrotada de comidas que você gosta e bater a compulsão,
primeira coisa a fazer e raciocinar rápido o que fará. Pense, nunca abandone a prerrogativa de pensar para não ser arrastado pelas” águas da compulsão,”dominados pelos nossos instintos.
Temos  o poder de pensar, dialogue com o seu “gordinho” ou “gordinha internos,” diga mentalmente ou em voz baixa, o vai fazer, tal qual diria para uma criança mimada: ”
“Sou eu quem decido o comer, vou comer o suficiente e não sentir culpa.
Você já comeu o suficiente por hoje.

Essa “pegada” ou  ou “técnica” tem a ver com mudança de comportamento, como policiar as suas ações,
tomar decisões firmes, não deixando os instintos “cegos” e primitivos superarem a sua Razão.
Quando não sabemos, não ligamos, não prestamos atenção os Pensamentos Límbicos/Reptilianos comandam as nossas vidas.
Tomar decisões, controlar o que pensamos, dialogar com os pensamentos internos que surgem a todo momento é fundamental para equilibrar as nossas  vidas e não engordarmos.

“Gordinhos e “gordinhas internos” que se cuidem, com novos conhecimento, repetição e prática, nossos hábitos são mudados e os abusos e exageros estão com os dias contados.

Participe e receba dicas  do nosso grupo TONOPESO no Whatsapp : +5521999147426

INSCREVA-SE

GilFranco – Tonopeso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s